Os reflexos são movimentos ou ações involuntárias. Alguns movimentos são espontâneos, ocorrendo como parte da atividade normal do bebê. Outros são respostas a certas ações.

Os profissionais de saúde verificam os reflexos para determinar se o cérebro e o sistema nervoso estão funcionando bem.

Alguns reflexos ocorrem apenas em períodos específicos do desenvolvimento do bebê. Se o seu bebê nasceu prematuro, não compare o desenvolvimento dele com o de recém-nascidos a termo. Bebês prematuros geralmente estão atrasados ​​em termos de desenvolvimento com bebês nascidos a termo.

A seguir estão alguns dos reflexos normais observados em bebês recém-nascidos que podem ser observados em uma viagem:

Reflexo de Moro

O reflexo de Moro, mais conhecido como reflexo de susto ocorre quando um bebê se assusta com um movimento mais brusco ou com som alto de uma TV ou aparelho eletroméstico, as vezes até mesmo com o som do seu próprio choro.

Nesse reflexo o bebê imediatamente joga sua cabecinha para trás, chora, estende os bracinhos e perninhas e depois os puxa de volta para si.

Esse reflexo dura até que o bebê tenha cerca de 5 a 6 meses de idade.

Muitas mamães optam por embrulhar o bebê como um charutinho com um Swaddle ou cueiro para que ele se acalme e sinta a sensação de estar protegido dentro do útero da mãe.

Reflexo de Busca

Esse reflexo começa quando o canto da boca do bebê é acariciado ou tocado. O bebê vira a cabeça e abre a boca para seguir na direção do carinho.

Isso ajuda o bebê a encontrar o seio ou a mamadeira para começar a mamar.

Esse reflexo dura cerca de quatro meses.

Reflexo de Sucção

Quando o céu da boca do bebê é tocado, ele começa a sugar.

Esse é um reflexo de sobrevivência que o bebê já possui dentro da barriga da mamãe. Este reflexo não começa até cerca da 32ª semana de gravidez e não está totalmente desenvolvido até cerca de 36 semanas. Muitas vezes, em um ultrassom de rotina o bebê é visto chupando os dedos ou as mãozinhas, já é o reflexo de sucção ativado.

Bebês prematuros podem ter uma capacidade de sucção fraca ou imatura por causa disso.

Os bebês também têm um reflexo de mão-à-boca que ocorre com a procura e sucção e podem sugar os dedos ou as mãos.

O reflexo de sucção é muito importante para a alimentação do bebê, pois quando o mamilo ou o bico da mamadeira tocam o céu da boca deles, imediatamente começam a sugar. Essa ação nata e automática faz com que o bebê se alimente e cresça e se desenvolva.

Apesar de ser nato e instintivo alguns bebês podem apresentar certa dificuldade no ato de sugar, nada que praticando bastante não os faça ter domínio total dessa habilidade.

Reflexo Tônico Cervical

Quando a cabeça do bebê é virada para um lado, o braço desse lado se estende e o braço oposto se dobra na altura do cotovelo. Isso geralmente é chamado de posição de “esgrima”. Esse reflexo dura até que o bebê tenha cerca de 5 a 6 meses de idade.

Reflexo de preensão

Afagar a palma da mão de um bebê faz com que ele feche os dedos em um aperto. O reflexo de preensão dura até que o bebê tenha cerca de 5 a 6 meses de idade.

Reflexo de Babinski

O reflexo de Babinski, ou reflexo plantar, é um reflexo dos pés que ocorre naturalmente em bebês e crianças pequenas até os 6 meses a 2 anos de idade. Esse reflexo é geralmente testado por médicos acariciando a sola do pé. Quando o dedão do pé se curva para cima e para trás em direção à parte superior do pé, enquanto os outros quatro dedos se separam, é chamado de sinal de Babinski.

O sinal de Babinski se tornou uma ferramenta essencial usada por médicos e pediatras. Eles o usam para garantir que a atividade cerebral de adultos e crianças, as respostas neurológicas e a atividade nervosa sejam normais e não indiquem nenhuma anormalidade subjacente no cérebro ou no sistema nervoso.

Reflexo de Marcha

Esse reflexo também é chamado de reflexo de caminhar ou dançar, porque o bebê parece dar passos ou dançar quando mantido em pé e preso por debaixo dos bracinhos, com os pés tocando uma superfície sólida. Esse reflexo dura cerca de dois meses.

Gostou do texto? Deixe seu comentário e não se esqueça de compartilhar esse artigo em suas redes sociais.